quarta-feira, 8 de junho de 2011

Lembranças. Hoje sinto a tua falta.

Gosto muito de ti. Já cheguei a te amar. Falo a sério! E sei que o que sentiste por mim não foi muito diferente.
Lembro-me de passarmos o dia e a noite a mandar sms até um de nós adormecer.
De me dizeres 'amo-te' mais de cem vezes.
Da sms na noite anterior a me pedir pa me encontrar contigo no metro e deres-me uma barra só porque adora(va)s me irritar.
De me teres pedido pa ir ver-te jogar badminton no torneio da escola, e de eu me tentar manter chateada contigo por causa da barra que me tinhas dado nessa manhã, mas falhei e derreti-me com o teu sorriso. Amei a forma como de tempos em tempos ias ter comigo, abraçavas-me. Ah e não esqueci o momento em que me molhaste com água --'. Mas amei estar ali em cima a ver-te jogar, contigo com os olhos sempre postos em mim.

...

Lembro-me de namorar contigo, de te beijar inúmeras vezes em cima do bloco c lá na escola. De me rir contigo e desejar que o intervalo fosse mais longo. Lembro-me de quando me pediste em namoro. Estavas tão nervoso que quase desististe à metade do processo, pois tinhas receeio que eu recusasse e o facto de eu estar ali a me rir não ajudava muito. Mas quando finalmente me pediste... aquele nosso primeiro beijo. foi o mais desageitado, molhado e parvo, mas terá sempre a sua importância. OS nossos beijos foram melhorando gradualmente, até que ainda a uns tempos quando me beijavas, me deixavas sem fôlego! mas isso agora acabou.

...

Sim, passamos bons momentos juntos. Como naquela tarde que me fizeste saltar da cama com só uma sms pa ir dar voltas contigo, voltas tais que deram em conversa que deu em confissão, que deu naquele nosso novo relacionamento. Lembraste da mesquita? É óbvio que sim, não é um daqueles acontecimentos muito normais e vulgares do dia-a-dia que são fáceis de esquecer. Mas amei o dia. Ou melhor, a tarde. Aquelas poucas horas ao teu lado, o dizermos um ao outro que já não aguentavamos estar assim, sem tarmos juntos...

...

Último momento assim, foi depois quando fui almoçar contigo. O estarmos deitados na relva, um ao lado do outro. Não sei para ti, mas pa mim foi um momento especial. Ficamos todos sujos por tarmos lá deitados, mas valeu a pena!

---

Sim, tu já me esqueceste ou estás a esquecer. Eu estou ainda a tentar e de tu e do N estou-me a distanciar. Não quero mais cenas, estou farta de dramas. Só queria era estar contigo mas agora essa opção já não existe. O que alguma vez houve entre nós agora acabou.

Mas ainda desejo estar mais uma tarde contigo. Falar mais um bcoado contigo, brincar mais uma vez cntg, como naquela tarde em que ficamos a nos beijar à chuva.


Gosto imenso de ti, sim, o sentimento quase que ainda perdura, mas não te preocupes que não me manifestarei. Fechei aquele livro que foi a nossa relação breve e escrevi uma nova página. Comecei um novo capítulo onde não entra o teu nome, só como amigo, ou quase desconhecido.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Followers